terça-feira, 18 de agosto de 2009

BLÁ BLÁ

(foto tirada da net) Nem sei se devia fazer isto, mas pronto (Sei que posso ser falada)...quem me conhece sabe que parava num site blá,blá, gostava de andar por lá ,conhecia "virtualmente " claro pessoas (porque como eu digo atrás de um nik existe uma pessoa).Preocupava-me se não via um nik por algum tempo ficava a pensar se estaria tudo bem .Sempre tkl com o intuito de AMIZADE só assim poderia andar ali bem comigo mesma ,e consegui reunir algumas amigas que no fundo agora são reais .
Outras nem por isso ,mas também não foi por isso que acho que devia por um ponto final ali...afinal que faço eu ..perco algumas horas ,perco o sol ,perco a vida cá fora para estar a falar com alguém virtualmente e que no fundo nem sequer esta ai para os meus problemas ,nã ACABOU ...................Fiquei cheia sim ,demorou algum tempo afinal foi preciso 2 anos para ver o quanto estou errada perante aquilo ....vou ter saudades vou ,mas nada que o tempo não cure não é??
Como já deviam ter reparado hoje acordei do lado errado ,mas que fazer foi um acumular de situações que me fizeram ,ir ate este ponto ,um ponto final era o preciso e foi o que eu fiz ....era um ponto sem sentido sim de facto .................
(já agora o meu nik mais conhecido era bris@su@ve era este nik porque sempre me considerei uma pessoa calma)
Beijinhos (espero logo estar melhor)

PAULA

3 comentários:

Quase nos 50 disse...

Bem desabafar , já desabafou....agora tem mesmo de mudar de nick!
Que tal um mais forte, tipo "tempestade de verão"?
Agora a sério, entendo bem a sua revolta face a algumas personagens virtuais.
Eu deixei-me de blábláblá já fez uns 2 anos.....e não lhe senti a falta!
Voltei ao antigamente: conversar com quem conheço e que me conhece.
Beijos

meu cantinho disse...

Vou sentir falta de algumas pessoas sim ,eu sou assim que fazer ,mas nada que não passe.
beijinhos

O Profeta disse...

As cordas de uma viola vibraram
Beijaram os dedos ao tocador
Uma nota fugiu ao encontro da saudade
No refrão a canção tinha a palavra amor

Nunca ouviste a palavra amor
Nunca te encontrou a nota de uma violoncelo
Nunca se rasgou o teu deserto de silêncios
Nunca um som te fez sentir o quanto é belo

Boa semana

Doce beijo