sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Estrada da vida

(foto tirada da net)
Será que esta estrada da vida me leva algum lado?
Sem curvas,sem contra curvas ,só um linha recta.
Será que aprendemos com os nossos proprios erros?
Quantas vezes vamos ter que errar para aprender?

5 comentários:

O Profeta disse...

Ergui-me ao vento na tua procura
Fundi um abraço com o sol da tua ternura
Modelei o amor com as palavras mais belas
Curso de errante espírito na tua procura

Porque o pensamento é voo de milhafre
Aprisionado em gaiola de palavras
O infinito e o incomensurável
Volto ao encontro das tuas profundas mágoas

Bom fim de semana


Mágico beijo

♥Coragem disse...

Ai minha amiga tomaramos nós que em parte a estrada da vida fosse sempre em linha recta, porque nem todos tem jogo de cintura para se deitar nas curvas lol.
Beijinho

ternura disse...

As vezes que forem necessárias, porque errar faz parte da vida do ser humano.
Eu errei, eu erro e concerteza errarei.
Beijinho e domingo feliz.

meu cantinho disse...

Profeta obg por visitar o meu cantinho :)*
coragem sei que a estrada da vida tem muitas curvas,e ainda bem pois não tenho jogo de cintura para as fazer:)*
ternura claro que sim eu tambem e decerto que continuarei a errar ate aprender :)*
jinho para os tres(com carinho)

Atever disse...

Quantas vezes vamos ter que errar para aprender? As que forem necessárias.
A estrada da vida leva-nos sempre a qualquer lado, por muitas curvas e contracurvas que tenha. O facto de estarmos vivos já é mais do que suficiente para que a vida valha a pena.
Obrigado pela visita ao meu "tasco".
Bjs.